Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Seg | 23.12.19

"Um Conto de Natal"

Caixinha Extra do Calendário do Advento da Nala

Nala

"Era uma vez um pequeno Esquilo que vivia na “Terra dos Esquilos” na companhia da sua mãe e de toda a sua família.

Esse pequeno esquilo era muito feliz. Passava os seus dias a saltar de árvore em árvore, a procurar bolotas e a ser acompanhado de perto pela sua Mãe Esquila, de quem ele tanto gostava.

Um certo dia, quando o Outono ia a meio e o tempo ainda estava ameno, a Mãe Esquila propôs-lhe que encontrassem uma bolota bonita e que a escondessem debaixo da Terra. Segundo ela podiam desenterrá-la no Natal e, quem sabe, teriam uma grande surpresa...

O nosso esquilinho assim fez, mais para agradar à sua mãe do que outra coisa. Afinal ele tinha preferido comer aquela bela bolota naquele dia, porque raio tinham de esperar pelo Natal?!

O tempo passou, o Inverno foi-se aproximando e a Mamã Esquila ficou gravemente doente, deixando toda a família de esquilos muito preocupada. O nosso esquilinho ficou muito triste pois o medo de a perder era enorme.

Os dias avançavam e o Esquilo, que estava cada vez mais triste, começou a rezar muito pela recuperação da sua querida Mãe. E isto dava-lhe alento e encontrava forças para acreditar que ela ia ficar melhor.

E com isto o tempo foi passando e o Natal foi-se aproximando a passos largos. O nosso Esquilinho continuava a rezar e a pedir que a sua mãe ficasse boa e quando lhe perguntavam o que ele queria de presente de Natal ele respondia que era a saúde da sua mamã a única coisa que desejava.

Na véspera de Natal, e para grande alegria do nosso pequeno esquilo e de toda a sua família, a Mãe Esquila estava curada. Agora precisavam de festejar tal acontecimento e de preparar a casa para o Natal. Infelizmente não havia nada para a decorar.

- Espera!- Disse para si mesmo o pequeno esquilo- a minha mãe pediu-me para enterrar uma bolota. Vou buscá-la e assim servirá de enfeite de Natal.

E o pequeno esquilo desatou a correr para recuperar a famosa bolota escondida mas o que encontrou deixou-o perplexo! Afinal naquele sítio encontrou um bonito enfeite de Natal.

E assim o pequeno esquilo e a sua família puderam partilhar aquele Natal com um grande sentimento de Gratidão e Alegria e a certeza de que, quando há fé e amor, a Magia de Natal acaba sempre por acontecer!"

marc-dupuis-Ii1Qs-umimE-unsplash.jpgPhoto by Marc Dupuis on Unsplash

Este texto foi escrito no ambito do desafio que a IMSilva lançou no seu blogue Pessoas e Coisas da Vida. Se ainda não o conhecem do que é que estão à espera mesmo?!

Por minha parte, e apesar de ter hesitado, adorei levá-lo a cabo. 

Minha querida IM Silva muito obrigado pela excelente ideia e votos de um Maravilhoso Natal para ti e para os teus! Um grande beijinho!

 

 

13 comentários

Comentar post