Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Sab | 02.11.19

Tudo está bem quando acaba bem...

O primeiro momento muito tenso nos preparativos do casamento!

Nala

Não é que eu seja implicativa ou algo do género mas há coisas que acontecem nesta terra que não devem acontecer em mais lado nenhum, um bocadinho como a história da botija de gás no mês de Agosto! 

Desta feita a aventura foi mesmo com uma encomenda que nos foi enviada de Portugal e que continha lá dentro nada mais nada menos do que os convites para o nosso casamento. 

Estamos conscientes de que não estamos propriamente avançados nesta tarefa mas como falámos, aos poucos e poucos com as pessoas para que reservassem a data, estavamos descansados até agora... 

O envio foi feito normalmente, pelos CTT expresso, e o expeditor enviou-nos o código para que seguissemos a encomenda. Desde Terça-Feira passada que, para os CTT, esta encomenda estava entregue e o assunto encerrado. 

Depois disto, deixámos passar mais alguns dias com a esperança de que a encomenda chegasse a casa, como previsto, mas nada!

Enviamos um mail ao atelier e fomos aos correios daqui saber se ela não estava lá perdida. Os correios de cá não sabiam de nada e os correios de Portugal tinham a informação de que a encomenda tinha chegado a França e tinha sido enviada à Chronopost francesa (que é conhecida por prestar muito maus serviços). 

Então é assim, os Senhores não estiveram para se chatear e, sem passar por nossa casa, nos deixar um aviso na caixa de correio ou o que quer que seja, mandaram a encomenda para a sua base logistica que fica bem longe de nossa casa e enviaram a informação aos CTT que a encomenda tinha sido entregue. 

Moral da história, ao fim de 1 semana, muito tempo ao telefone e uma carga de nervos das grandes lá consegui em primeiro localizar a encomenda e finalmente exigir que a encomenda fosse entregue no posto de correios da minha zona de residência. Recuperámo-los ontem...

E estão lindos de morrer! 

O que vale é que tudo está bem quando acaba bem (mas eu vou, mesmo assim, apresentar queixa na chronopost francesa pelo sucedido). 

 

12 comentários

Comentar post