Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um blog que adora partilhar dicas e reflexões sobre lifestyle, descobertas e organização. Sejam Bem Vindos!

Crónicas da Cidade dos Leões

Um blog que adora partilhar dicas e reflexões sobre lifestyle, descobertas e organização. Sejam Bem Vindos!

Descobrir Lyon#3 Catedral Saint Jean

Já há muito tempo que não vos propunha uma visita pela cidade que, tão bem, me acolheu e hoje o monumento que vos apresento é um dos meus preferidos. 

A Catedral "Saint Jean", localizada no Bairro Histórico do Vieux Lyon, foi construída entre 1175 e 1481 e é dedicada, como o próprio nome indica, a São Joao Batista. Esta catedral mistura os estilos gótico e romântico. 

De entre a beleza do edíficio e de tudo o que nos apresenta o Relógio de Sol, do Séc. XVI, e os vitrais tão típicos dos edificios religiosos franceses da idade média, são os que mais me encantam. Para além da próximidade com o bairro do Vieux Lyon, um lugar emblemático da cidade e que convida tanto aos deslumbramentos! 

Fonte da imagem 1: wikipedia.fr

Fonte da imagem 2: https://www.photoinsomnia.com/cathedral-st-jean-lyon-france/

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

 

Tomar, a Cidade dos Templários

As férias de Verão este ano foram excepcionais. E, tendo em conta que nos dávamos por contentes de ver a família, decidimos não abusar da sorte e passear um bocadinho por perto de casa. 

Foi numa desta "viagens" meio em cima do joelho que fomos parar a Tomar. Esta cidade localizada no (meu) Ribatejo e plantada à beira do Rio Nabão é também conhecida pela Cidade dos Templários devido à importância que esta ordem teve na região. Tão importante que é aqui que está sepultado D. Gualdim Pais, cavaleiro de D. Afonso Henriques e soldado templário. 

Entre os passeios maravilhosos pelas ruas e no bonito jardim da cidade e a visita ao Convento de Cristo passamos um dia absolutamente maravilhoso. 

Se há coisa que descobrimos todos este ano foi que fazer férias em Portugal era maravilhoso. Por isso sugiro-vos este passeio como a desculpa perfeita para uma escapadinha neste Outono que agora começa.

 

120355326_675101980054146_7121309498111069310_n.jp

 

120313109_314478353177496_8176829608639440719_n.jp

 

120328883_2737933453200946_6860914977439643627_n.j

 

120327888_1543316269209798_6724398896645159603_n.j

 

120286738_347458326459995_7064685348724669569_n.jp

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

Desafio "As Melhores Férias"

A Ana de Deus não pára de criar novos desafios e nós, por aqui, estamos a adorar! 

A ideia deste desafio aqui é escrever sobre "As Melhores Férias" em 100 palavras, publicar no teu blog com a tag desafio as melhores férias e publicar o link do post inicial da Ana para que todos possam ter acesso e ler tudo aquilo que já foi publicado! 

Pessoalmente deixo o desafio aos queridos João e Último e a todos aqueles que por aqui passarem e desejem participar!

'Bora lá...

"As férias da infância com o mar da Nazaré no fundo. Os gritos das peixeiras, as cores das sete saias. As ofertas de quartos para alugar em tudo o que era lado.

As passeatas no paredão, as visitas da lota e as festas do sítio.

E aquela senhora que tinha um restaurante e a quem alugávamos quarto que, sem me recordar da cara, grelhava peixe à porta e me ficou sempre guardada na memória.

E os gelados, as gargalhadas, as pessoas conhecidas (que por ali havia sempre pessoas da terra que passavam férias) e as mariscadas.

Não haverão mais férias como aquelas…"

Nazare (17).jpg

 

Avignon

Visitar a "Ville des Papes" em três dias

Tinhamos uma semana de férias de Verão no início de Julho mas, pelas mais diversas razões, decidimos que ir a Portugal não seria uma boa ideia. 

Sendo assim optámos por visitar a cidade francesa de Avignon, uma cidade de Provence localizada no sudeste do paás e acessível de comboio a partir de Lyon (e também de Marseille, caso pretendam viajar para esta região). 

Avignon é conhecida como "La Ville des Papes" (a Cidade dos Papas) devido ao facto de ter sido habitada por papas entre de 1309 a 1423 (os dois últimos papados corresponderam ao Grande Cisma de Ocidente, época em que a Igreja Católica Ocidental esteve dividida em duas). 

106368865_3364324533599788_3904254228759042760_n.j

Toda a arquitetura religiosa de época e que está muito bem representada na cidade. O seu monumento mais importante é o "Palais des Papes" que é uma mistura de fortaleza militar com um Palácio, e é uma delícia para todos aqueles que gostam de história e de bela arquítetura.

Para juntar à magia do local o empréstimo de tablettes que permitem aos visitantes visualizar em 3D a organização, o mobiliários e as pinturas da sala. 

107055289_3062209943899973_7813564991184697364_n.j

A famosa Ponte de Avignon, ou Ponte de Saint Bénézet, é também de uma beleza sem igual. 

107212595_708522506600680_707371924903960925_n.jpg

Um outro ponto a não perder da cidade é o "Rocher des Domes", quer a catedral quer o jardim que lhe está anexado, e que têm também uma vista lindíssima para a ponte e todas as montanhas envolventes. 

106790682_2397403990557608_6007786934088952813_n.j

Para todos aqueles que apreciam artesanato local, por aqui o "souvenir" mais comum é mesmo o Célebre "Savon de Marseille" e os raminhos de lavanda, tão comuns nesta região (E é claro que eu trouxe um raminho de lavanda para embelezar a casa e deixar no ar a lembrança de uns dias tão bem passados).

A gastronomia local é também muito rica, com especial atenção para os pratos típicos provençais como o Ratatouille e o vinho mais comum são os Côte du Rhône e os rosés típicos do Sul do pais. 

107454334_1139534839746097_8887844562768941785_n.j

Foram uns belos dias de descanso, que tiveram sabor a Lua de Mel, numa cidade que merece o esforço de ser visitada. 

E por aí como estão os preparativos para as férias? 

107093094_587291478651244_5281357769390420903_n.jp

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

Um Grande Fim de Semana!

Há fins de semana que são assim: cansativos mas mágicos. Que nos lembram de como somos pequeninos perante todas as maravilhas deste nosso mundo. 

Foi o que nos aconteceu no último fim de semana em que fomos convidados por amigos para visitar a região Francesa de Auvergne, e mais precisamente o Puy du Dôme

Ao programa boa comida, boa companhia, caminhada e montanha, muita montanha! 

E só vos posso dizer que há fins de semana que valem todo o ouro do Mundo. 

Obrigado ao L. e à K. por nos terem proporcionado este fim de semana maravilhoso!

DSC_1380.JPG

DSC_1381.JPG

DSC_1396.JPG

As fotografias são propriedade do blog Crónicas da Cidade dos Leões e toda a sua reprodução sem autorização é interdita.

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

 

Praga - Republica Checa

Uma cidade muito cosmopolita e com vida!

Praga foi a cidade europeia escolhida para comemorar os meus 30 anos. Quando nos decidimos a ir conhecer esta cidade tivemos muita gente que nos dizia muito bem e outras tantas pessoas que nos disseram muito mal. 

Pessoalmente gostei bastante de Praga que não têm, de todo, o charme monumental de Viena mas que é uma cidade mais viva e alegre, com muito para ver e sair de lá com vontade de voltar. 

Ao contrário do que fizemos com outros destinos, decidimos ir a Praga para aproveitar, sem correrias. Tivemos muita sorte com o tempo pois saímos de Lyon com chuva e em Praga, em pleno mês de Março, estava um Sol maravilhoso. 

De entre todas as coisas que adorei na cidade o Castelo e a Charles Bridge ficaram-me gravado na memória. Assim como os longos passeios que podem ser dados à beira do Rio Moldava. 

Fizemos o circuito das sinagogas e de todas a minha preferida foi a sinagoga espanhola: simplesmente magnifica!

Também as ruelas pitorescas e a Torre da Pólvora me deixaram deliciada. Fiquei apenas desiludida pois naquela altura o Relógio Astronómico estava em obras (mais uma razão para lá voltar). 

Descobrimos ainda, meio sem querer, um delicioso restaurante localizado numas vinhas mesmo em frente ao Castelo de Praga e onde provámos um riesling absolutamente genial, que por sorte é sempre um dos meus vinhos preferidos. 

Espero dar-vos assim a vontade de conhecer esta linda cidade, se não está já feito. 

IMG_20180310_154925.jpg

 

IMG_20180310_163407.jpg

 

IMG_20180311_093356.jpg

 

IMG_20180311_093944.jpg

 

IMG_20180311_110549.jpg

 

IMG_20180311_113624.jpg

Todas as imagens são da minha autoria, no entanto nunca pensei usá-las na criação de um post. Peço desculpa por alguma falta de qualidade que possam encontrar. 

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

Colmar - Um dos Mercados de Natal mais bonitos da Europa

Caixa n.º 4 do Calendário do Advento da Nala

Como amante da época de Natal que sou tinha, desde sempre, o desejo de ir a um grande Mercado de Natal europeu.

E a oportunidade surgiu o ano passado onde tive a oportunidade de aproveitar 4 dias maravilhosos na pequenina cidade de Colmar, na Alsácia- França, onde é feito um dos mais bonitos Mercados de Natal da Europa. 

Para começar tenho de dizer que a pequena cidade é muito pitoresca: com as casinhas típicas daquela região de França e vários canais de água que lhe conferem um ar de contos de fadas. O ambiente é frio mas, sinceramente, acho que isso só nos mete ainda mais no ambiente natalício. 

Este mercado de Natal divide-se em 4 mercados diferentes, espalhados pela cidade. Um especialmente dedicado à gastronomia, outro mais dedicado ao artesanato, um especialmente dedicado aos mais pequenos e o quarto dedicado às decorações de Natal. 

Apesar de a cidade ser pequenina e se poder visitar rapidamente vale a pena aproveitar para ver e rever os comerciantes e descobrir, a cada passagem, coisas mais bonitas. 

Se, com este post vos fiz sonhar, e se têm a possibilidade de vir até este cantinho do céu aproveitar a época natalícia deixo-vos aqui algumas sugestões: 

- Para comer/beber: O Prato típico alsaciano por excelência é a choucrute (uma espécie de couve fermentada) que é normalmente acompanhada por salsichas, bacon e diferentes tipos de enchidos. É de comer e chorar por mais, diz ele.

O foie gras foi também desenvolvido na Alsácia sendo, portanto um excelente sítio para o provar. 

Para uma opção mais fast-food as tartes flambées ou Flammekueche são a opção perfeita. 

Outros pratos típicos são: o baeckeoffe, um tipo de ensopado alsaciano, os spaetzle, uma massa rústica preparada com farinha, creme de leite e ovos, além do Munster fermier típico da região, que é um queijo muito mal cheiroso mas absolutamente delicioso. 

Para os apreciadores de vinho branco o Gewurztraminer e o Reisling alsaciano são opções perfeitas. Para os que gostam de bebidas mais açucaradas encontrarão facilmente vinho quente, sidra ou sumo de maçã quente em todos os mercados de natal. 

Em doçaria podemos render-nos ao pain d'épices e ao Kouglof (brioche com uvas e passas). Também os bolos típicos de Natal da Alsácia são deliciosos e, sobretudo, um excelente souvenir. 

- Para dormir: Como estes dias funcionavam um bocadinho como "Lua-de-Mel" antecipada escolhemos uma "Chambres d'Hôtes" que dá pelo nome de Villa Élyanne.

Com uma localização perfeita pertinho da estação de comboios e do centro da cidade este espaço cheio de histórias marcou-nos de forma muito especial.

É um palacete absolutamente deslumbrante e com uma história fantástica antes e depois da restauração, a dona da casa é super amável e o pequeno almoço foi dos melhores que já comi. 

Espero com este post, e com as imagens que se seguem, vos aguçar o apetite para umas mini-férias em terras francesas. 

DSC_1068.JPG

Ruas de Colmar

DSC_1069.JPG

Casas decoradas

DSC_1071.JPG

Monumentos decorados

DSC_1074.JPG

Casas típicas da região

DSC_1078.JPG

Decorações de Natal

DSC_1104.JPG

A famosa "Choucrute"

Todas as imagens são da minha autoria, no entanto nunca pensei usá-las na criação de um post. Peço desculpa por alguma falta de qualidade que possam encontrar. 

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

 

Viena

A Viagem de Sonho

Desde sempre quis conhecer a cidade de Viena, na Áustria.

Em primeiro sou uma apaixonada pela arquitetura e a história do final do Séc XIX e início do Séc XX e, em segundo, cresci a ver a belíssima Romy Schnneider a interpretar Sissi, a carismática imperatriz austríaca. 

A oportunidade de conhecer esta cidade surgiu pela altura do meu 29º aniversário. Tirámos uns dias de férias e Viena foi a opção natural. 

Passámos quatro dias maravilhosos nesta cidade onde, assumo, andámos quilómetros a pé, por opção claro está.

Ficámos encantados com os edifícios emblemáticos e principescos, pelas ruas limpas e organizadas e pela segurança e calma que se sente, mesmo nos transportes públicos. 

Apesar de termos feito esta viagem em Março tivemos muita sorte com o tempo e podemos aproveitar a cidade até ao último minuto. 

As visitas que mais nos marcaram foram as do Castelo de Hofburg, do Palácio de Schonbrun (onde passei o dia do meu aniversário), da Opera de Viena e do Museu de História Natural.

Passear sem destino pela zona histórica da cidade é também um privilégio que aconselho a todos aqueles que gostam de viajar sem roteiros muito estabelecidos de avanço... 

A nível de comida tudo o que são salsichas vale a pena e podemos também aproveitar para comer um schnitzel (que é basicamente uma espécie de panado) acompanhado de cerveja alemã, claro está.

Saborear um bom café num dos mais típicos cafés de Viena é também uma excelente opção, e se for acompanhado de um verdadeiroApfelstrudel (sobremesa que eu achei sempre que não gostava até a ter provado por lá). 

Se têm vontade de conhecer uma nova cidade e Viena está nos vossos planos não pensem duas vezes. Vale mesmo muito a pena!

DSC_0431.JPG

Palácio de Hofsbourg

IMG_20170310_173559.jpg

Catedral de Santo Estevão

IMG_20170312_095230.jpg

IMG_20170312_112903.jpg

IMG_20170312_175934.jpg

IMG_20170312_180918.jpg

Palácio de Schonbrun

Espero que tenham apreciado este post que é pouco habitual por estes lados. As fotos não têm a melhor qualidade do Mundo pois nunca pensei usá-las para editar um post .

Não deixem de comentar caso conheçam ou sonhem conhecer esta cidade. Eu por mim voltarei a este pais de muito boa vontade! 

Todos os dias uma nova frase ou citação no nosso Facebook: Adiciona!

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

 

 

 

 

Quinta do Pôpa

Um Local inspirante e inspirador!

Fomos à Quinta do Pôpa para comemorar os nossos dois anos de namoro. Se a paisagem sobre o Rio Douro é incrível ficámos ainda mais encantados pela sua história e pela energia de quem a conta com tanto brilho nos olhos. 

A Quinta do Pôpa está localizada em Tabuaço e surgiu na sequência do sonho da vida de um homem: o Sr. Francisco Ferreira, mais conhecido pelo Pôpa.

Este sonho que não pode infelizmente ser realizado pelo próprio, foi construído pelos filhos e netos que fizeram dele algo ainda mais grandioso, pois juntou-se ao amor pela terra que o avô lhes transmitiu a sua devoção à família. 

Se procuram uma boa sugestão para uma passeata pelo Douro e se não dispensam um vinho de exceção então este local é o que vocês procuram. Com a vantagem de que este espaço tão idílico nos dá vontade de lutar pelos nossos sonhos e criar histórias e mais histórias para a nossa vida. 

No nosso caso decidimos neste dia marcar o nosso casamento... o que tenho a dizer-vos não foi pequena decisão. 

35883660_10210344803931348_5972745374819942400_n.j

DSC_0917.JPG

Infelizmente tenho poucas imagens deste dia. Mas não deixem de visitar o site internet e se possível o próprio local. Passado mais de um ano ainda sinto uma espécie de magia quando me lembro deste sítio. 

E o desafio fotográfico #quenuncanosfaltemsorrisos continua no Instagram. Adicionem e sigam-no por lá.

 

 

 

Oceanário de Lisboa

Durante as nossas férias em Junho aproveitamos para visitar o "Oceanário de Lisboa"

Admito que nem estava assim tão motivada para esta atividade mas ele queria muito lá voltar. E sabem que mais? Valeu muito a pena e sai de lá encantada. 

O Oceanário de Lisboa foi inaugurado pela altura da Expo 98, que foi dedicada ao tema dos Oceanos e era chamado inicialmente de "Pavilhão dos Oceanos".

Esta estrutura dispõe de um aquário público e de uma instituição de pesquisa em biologia marinha e oceanografia. 

IMG_20190619_114137.jpg

Escolhemos visitar as duas exposições disponíveis: a permanente que se intitula "Um Planeta, Um Oceano" e a exposição temporária "Florestas Submersas by Takashy Amano".

Esta visita custou-nos 19,50€ cada um, tendo em conta que compramos os bilhetes no próprio dia na bilheteira. 

Na exposição permanente podemos apreciar com um aquário central dividido em quatro habitats diferentes. A ideia que este aquário defende? Que estamos perante um só oceano.

Nesta parte da exposição que é dividida em dois andares diferentes e que representam o fundo do Mar e a superfície podemos ver peixes, répteis, animais invertebrados, anfíbios, mamíferos e plantas e algas. 

IMG_20190619_114454.jpg

IMG_20190619_114854.jpg

IMG_20190619_115057.jpg

IMG_20190619_120142.jpg

IMG_20190619_121420.jpg

IMG_20190619_123748.jpg

A exposição temporária é,por sua vez, dedicada às florestas tropicais, um dos habitats mais ameaçados do Mundo.

Esta exposição que nos leva numa viagem por paisagens de floresta contruidas dentro de um aquário e que nos despertam os sentidos com cheiros e barulhos deste tipo de habitat. Para abrilhantar a coisa a banda sonora é de Rodrigo Leão. 

IMG_20190619_125624.jpg

 

IMG_20190619_125718.jpg

 

IMG_20190619_125856.jpg

 

IMG_20190619_125917.jpg

E vocês há quanto tempo não vão ao Oceanário? Espero deixar-vos aqui uma boa sugestão para as próximas férias. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub