Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um blog que adora partilhar dicas e reflexões sobre lifestyle, descobertas e organização. Sejam Bem Vindos!

Crónicas da Cidade dos Leões

Um blog que adora partilhar dicas e reflexões sobre lifestyle, descobertas e organização. Sejam Bem Vindos!

Sugestões para aproveitar a Páscoa

A Páscoa é uma festa muito especial para mim. Em primeiro lugar porque é uma festa de família, daquelas que prezo conservar, em segundo lugar porque como católica assumida esta festa simboliza a esperança da ressureição e em terceiro lugar porque me faz entrar de cabeça na Primavera. 

Hoje, e agora que esta quadra especial se aproxima a passos largos, trago-vos algumas ideias para marcarem esta data que me é tão querida, especialmente se o vosso programa for caseirinho como o nosso!

Espero que elas vos inspirem e vos motivem a aproveitar esta data especial. 

- Florir a casa: Apesar de ser relativamente cedo este ano, a Páscoa já cheira a Primavera. Por isso aproveitem estes dias para florir a casa ou, pelo menos, a mesa de refeições. O ambiente será imediatamente mais festivo! 

- Vestir-se bem e alegremente para comemorar esta data: Se nos fins de semana e feriados o pijama até é permitido convido-vos a fazer um esforço, por mais pequeno que seja, pela vossa apresentação. Ninguém ficará indiferente a um look bonito, sobretudo o próprio! 

- Caça aos Ovos: Se tiverem a honra de partilhar esta quadra com crianças não deixem de lhes proporcionar uma "Caça aos Ovos". Um bom momento de convivialidade entre todos será mais apreciado pelos pequenos que o ovo de chocolate mais caro do Mundo... e é muito mais importante!

- Pôr de lado os ecrãs: Se todos nós sabemos que os ecrãs nos privam de muita coisa então porque não aproveitar o fim de semana de Páscoa para fazer um detox digital?! Aproveitar dos nossos, ler um bom livro ou assistir a um excelente filme serão com certeza propostas mais interessantes do que os scrolls incessantes pelas redes sociais. 

- Fazer uma boa ação: Independentemente das convicções religiosas de cada um parece-me que esta data é, a par do Natal, propicia a realizar uma boa ação. Oferecer a vossa ajuda, seja ela material, temporal ou o que quer que for, a alguém em necessidade é uma boa maneira de festejar essa quadra. Se cada família dê-se uma mãozinha a pelo menos 1 família, já teríamos 20 famílias mais felizes! Não nos esqueçamos nunca que dar é mesmo melhor do que receber! 

E por aí qual o vosso programa para esta Páscoa? Um grande beijinho e até ao próximo post!

kaja-reichardt-5gYBfEx7kwg-unsplash.jpg

Photo de Kaja Reichardt sur Unsplash

36 coisas aprendidas em 36 anos

Os 36 chegaram e nada melhor do que "marcar a data" com um post muito especial. 36 coisas que aprendi ao longo da vida. 

Venham comigo! 

1) Um dia vais acabar por perceber que os teus pais cometeram erros mas que fizeram o melhor que sabiam por ti; 

2) Perdoar e deixar ir é muitas vezes a melhor solução; 

3) As amizades são como as ondas do mar: vão e vêm. 

4) Parece incrivel mas há quem não goste de chocolate; 

5) A verdadeira felicidade está no dia-a-dia, o resto são só momentos efémeros; 

6) Um dia vais mesmo dizer: "fui mesmo corajosa. Não sei se faria o mesmo outra vez!"; 

7) O medo e a ignorância são mesmo poderosas formas de manipular pessoas! 

8) Bolo nenhum bate um belo bolo caseiro! 

9) Acredita que o que te fez chorar ontem pode fazer-te rir amanhã...

10) O conforto de casa é tudo! 

11) Não é preciso concordar com alguém a 100% para aprendermos com essa pessoa. 

12) "Nas costas dos outros vejo as minhas"; 

13) Desfrutar de um bom café e de uma boa esplanada são um dos maiores luxos que se pode ter; 

14) Não sonhar em ser uma "working girl" ou querer viajar sem parar não são sinais de falta de ambição; 

15) Na vida a dois há mesmo bons e maus momentos. O que importa é a vontade de passar por eles! 

16) É preciso muita coragem para enfrentar um inimigo, mas para enfrentar alguém que se ama é preciso trinta vezes mais; 

17) A indiferença e o egocentrismo são os maiores destruidores da pessoa humana; 

18) É fácil apontar o dedo, dificil é arregaçar as mangas e fazer melhor; 

19) Um dia vais perceber que o que mais te irrita na tua mãe... é o que mais te irrita em ti própria! 

20) O silêncio vale ouro! 

21) Reclamar de tudo e de todos não nos leva a lado nenhum; 

22) Não há restaurante de luxo nenhum que bata o prazer de um copo de vinho partilhado a dois no sofá de casa; 

23) Complicado complicado é manter as boas resoluções no dia a dia;

24) Ver um filho a dormir tranquilo e em segurança não tem preço; 

25) De qualquer forma as coisas vão acabar por mudar sozinhas. Por isso mais vale arriscar quando sentimos que está na hora de avançar; 

26) O dia só tem mesmo 24 horas; 

27) Querer ser productiva e pró-activa o tempo todo são verdadeiros "tiros nos pés"; 

28) Julgamos mesmo muito rapidamente os outros; 

29) O som do mar é mesmo calmante! 

30) Por muito que gostes do teu trabalho haveram dias melhores do que outros. E isso vale para quase todos os papéis que desempenhamos; 

31) Começar do zero não é para todos; 

32) Ninguém te contará tudo, nunca!

33) As pessoas que sabem tudo e que tem uma opinião sobre tudo são insuportáveis; 

34) Há clichés que afinal até são realidade; 

35) Os teus gostos e vontades já mudaram e vão continuar a mudar... 

36) O melhor presente no 36º aniversário é puder dizer: "não tenho uma "vida de sonho" mas adoro tudo o que tenho!".

 

stories-ys8qztLjJyg-unsplash.jpg

Photo de Storiès sur Unsplash

Sugestões de Mesas do Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados está aí à porta e entre a pouca vontade de ir enfrentar a multidão nos restaurantes, uma grande preguiça de sair ou mesmo uma situação financeira um bocadinho mais apertada podem ser ótimas razões para deixar passar esta data em branco. 

Mas, como as relações precisam de ser reforçadas todos os dias, e o São Valentim é a lembrança disso mesmo, proponho-vos que organizem vocês mesmos uma pequena comemoração caseira. 

Para isso basta um "brunch" ou um jantar, se possível um bocadinho mais caprichado do que o normal, uma boa playlist (as aplicações abundam de sugestões) e uma decoração que ajude a marcar ainda mais o ambiente. 

E é uma pequena compilação das minhas sugestões de decoração de mesa preferidas que vos apresento hoje. 

Espero que gostem e que aproveitem muito esta quadra e o amor que ela representa! 

Fonte: Todas as imagens são originárias do pinterest. Pesquisa feita com a palavra chave: decoração jantar romântico

 

 

Noite de Crepes

Enquanto Janeiro é mês da Galette des Rois em França e todas as ocasiões são boas para comer uma. Fevereiro trás com ele os crepes.

A "Chandeleur", que se comemora a dois de Fevereiro, é festejada durante todo o mês.

E porque o que é bom é mesmo para ser aproveitado proponho-vos que também aí em casa façam uma "Noite de Crepes".

Esta refeição dá pouco trabalho, agrada a toda a gente e é extremamente convivial. Têm ainda a vantagem de ser entrada, prato principal e sobremesa dependendo do recheio e é adaptada a miúdos e graúdos.

Se a refeição for seguida de jogos de sociedade, de um filme em família ou de uma longa conversa sobre tudo e nada podemos ter aqui um belo programa para um fim de semana deste curto mês de Fevereiro, seja entre amigos ou em família. 

Claro que a utilização de uma "crepeira" ou uma "crepe party" facilita o processo mas a velha frigideira continua a tornar possivel a refeição.

Os últimos estaram um pouco menos quentes, o que não é muito grave. 

As minhas sugestões para recheio de crepes salgados são: fiambre, queijos de barrar ou de barra, cogumelos salteados na frigideira, salada, pedaços de bacon e por aí fora. 

Para a parte doce, mais democratizada, sugiro o creme de chocolate de barrar, doces ao gosto de cada um, gelado, caramelo, açúcar e canela ou, os meus preferidos de sempre, açúcar e sumo de limão! 

Espero que tenham gostado desta sugestão!

Um grande beijinho e até ao próximo post.

Imagem: https://odelices.ouest-france.fr/theme/chandeleur-crepes-pancakes-et-blinis/

 

3 Boas Razões de Festejar o Halloween

O Halloween é uma festa que nos foi trazida da América do Norte e que hoje em dia é um incontornável do Outono um pouco por toda a Europa.

Por ter um carinho especial por esta festa e excelentes memórias de longos anos de festejos partilho convosco três boas razões de também a festejarem desse lado, sobretudo em famílias onde há crianças e adolescentes. 

Se vive numa região onde a tradição do "bolinho" ainda está presente (o que não é o caso da região de onde sou natural) os argumentos podem ser exatamente os mesmo, apenas com alguma adaptação.  

 

- Tempo útil passado longe dos ecrãs: 

O Halloween é uma daquelas festas que motiva a pequenada. E é também uma excelente ocasião para os tirar da frente dos ecrãs e os implicar na organização da festa, seja na decoração da mesa, na preparação das refeições ou na confessão dos disfarces. 

 

- Estimula a criatividade: 

Quem diz decoração, disfarces, refeições "assustadoras"  ou mesmo partidas diz forçosamente criatividade e imaginação a funcionar. É também uma excelente forma de fazer perceber aos pequenos que sem até uma pequena comemoração familiar exige planeamento, trabalho e investimento para acontecer. 

 

- Alegria e Bom Humor: 

A vida nem sempre é um mar de rosas e, por isso mesmo, parece-me fundamental aproveitar todos os pequenos momentos para criar grandes memórias que serão o nosso principal "combustivel" na hora de atravessar as tempestades. E também porque alegria e bom humor são sempre boas fontes de energia para os nossos dias.

 

E por aí têm o hábito de festejar Halloween? Qual a vossa boa razão para o fazer?

Um grande beijinho e até ao próximo post!

cala-i2aFnaZ31Cg-unsplash.jpg

 

 

500 posts de uma história

O Crônicas chegou aos 500 posts e isso é mais do que motivo para comemorar. 

Lançado em Maio de 2019 como uma espécie de desabafo ele foi evoluindo ao longo do tempo. 

As queixas iniciais deram lugar a reflexões e as reclamações a questionamentos e novas formas de agir.

Com ele acompanharam-me de namorada a esposa, de solteira a mãe.

Por intermédio dele tenho tentado partilhar convosco as minhas dificuldades, descobertas e evoluções. Coisas que me fazem bem. 

E o tom é bem mais otimista e pousado do que no inicio. 

Que esta história continue por, no mínimo, mais 500 posts e que possa contar com todos vocês ao longo das próximas aventuras.

Um grande beijinho e até ao próximo post!

clay-banks-zn236Xt-0b0-unsplash.jpg

Photo de Clay Banks sur Unsplash

Momentos para Recordar: Zoo em família

Decidi dar destaque durante o mês de Agosto à necessidade de desacelerar mas cá por casa foi um mês carregado de trabalho para nós. Apesar disso tentamos sempre manter a tranquilidade, nem sempre de forma perfeita, mas estamos bastante satisfeitos. 

Com um único fim de semana disponível durante todo o mês (todos os outros de trabalho ora para um ora para outro) e o aniversário do marido ainda em rescaldo, decidimos visitar um Jardim Zoológico

369192574_299208665989153_328278704065811294_n.jpg

Por diversas razões consideramos que a educação do nosso filho deve passar por tempo no exterior e fazemos disso uma prioridade educativa. Dos nossos passeios quotidianos e semanais fazem parte parques, jardins, trilhos de caminhada ou outros espaços ao ar livre e onde o contato com a natureza seja possível.

369018696_307720258598595_810009963406031711_n.jpg

Mas como o dia era de festa lá o levamos a ver outra coisa e a reação dele foi muito além das espectativas.

Vimos ao vivo e a cores diferentes espécies de macacos, chimpazés, tigres e por aí fora num espaço que tem como missão guardá-los temporariamente e enviá-los desde que possível em espaços maiores e/ou à região de origem foi estimulante e enriquecedor para todos nós.

369328805_818893356381892_2700988897313286268_n.jp

Ao argumento que se ouve muitas vezes do "com essa idade ele depois nem se lembra do passeio" só tenho uma resposta: acredito genuinamente que as boas experiências são formadoras em qualquer idade e que o pior que pode acontecer é voltarmos lá daqui a uns anos e redescobrir novamente o Mundo pelos olhos dele. Pessoalmente vejo nisso uma sorte! Por isso, mesmo com um miúdo pequeno, acho que não devemos ter medo de o tirar de casa. 

369245706_1521531801941094_8673316518524122722_n.j

E por ai qual e quando foi o último programa que fizeram em família? 

Um grande beijinho e até ao próximo post!

Um Feliz Dia da Criança

O Dia da Criança está aí a chegar e, como já vem sendo habitual, apresento-vos algumas ideias para desfrutarem dele acompanhados pelas pessoas de que mais gostam. 

Este dia começou a ser festejado em Portugal no ano 1925 depois da realização do Congresso Mundial do Bem-Estar da Criança. Internacionalmente o "Dia Mundial da Criança" foi designado pela ONU como forma de comemoração da Assinatura da Convenção Mundial dos Direiros das Crianças a 20 de Novembro de 1989. (Wikipédia)

A ideia não é dar presentes às crianças (mas obviamente façam-no se assim o entenderem) mas aproveitar a ocasião para lhes oferecer a coisa mais preciosa que todos temos: tempo e boas memórias!

Deixo-vos aqui algumas ideias que espero que vos possam inspirar e ajudar a tornar a vida dos vossos pimpolhos muito mais divertida e consciente!

- Um caça ao tesouro:

O "Caça ao Tesouro" foi sempre o meu "pêché mignon" enquanto adolescente e jovem adulto. Exige antecipação mas a organização não é de todo difícil e basta apenas uma área de jogo, que pode ir de um jardim familiar a uma aldeia em função da idade e do número de participantes, de um percurso, de alguns enigmas e de um "tesouro" que fará as alegrias daqueles que o encontrarem. 

Como este tipo de jogos são mais giros quanto maior o número de jogadores porque não desafiar o resto da família ou os amigos com crianças e assim criar uma verdadeira confraternização ao ar livre entre todos?

 

- Arrumações e Dons:

A maioria das crianças tem brinquedos e roupas que já não usa. Porque não aproveitar este dia e ensinar algumas lições aos pequenos.

Em primeiro uma boa limpeza dos armários e em segundo a procura e entrega daquilo que não se quer a uma associação de caridade.

Apesar de parecer chato à partida, dar livre-arbítrio às crianças para escolherem o que querem e investir com elas uma causa social pode ser bastante satisfatório. 

Em todo o caso vale a pena tentar, não?

 

- Visitar um espectáculo ou um Museu:

No último post falei-vos da importância que dou a educar para o belo e este item coloca em modo "execução" essa ideia. 

Encontrar um espétaculo ou um museu que esteja de acordo com o interesse da criança e aproveitar-se dele em família é uma ótima forma de marcar esta data. E se é verdade que esta atividade é provavelmente um bocadinho mais dispendiosa do que as duas anteriores não deixa de ser um verdadeiro investimento para a formação das crianças.

 

- Actividades Desportivas Outdoor:

Se o desporto é, todos sabemos, fundamental para a saúde física da criança é também uma ótima forma de lhe transmitir valores como resiliência e autodesafio. 

Então que tal aproveitar este dia, e o bom tempo que o mês de Junho nos traz, para realizar uma atividade desportiva outdoor em família pode ser uma excelente maneira de marcar o dia. 

Seja uma atividade mais "barata" como uma caminhada ou que necessite de um custo adicional como um mini-golf ou escalada as opções são mais do que muitas. E há de certeza alguma coisa a fazer perto da tua área de residência é preciso apenas procuras! 

 

E por aí tem o hábito de marcar este dia com as "vossas crianças", alguma ideia destas vos inspirou?

Um grande beijinho e até ao próximo post!

artem-kniaz-DqgMHzeio7g-unsplash.jpgFoto de Artem Kniaz na Unsplash

Dia da Mãe (ainda) mais especial

O Dia da Mãe está aí à porta e não poderia deixar de vos trazer algumas ideias para comemorar este dia da melhor forma possível. 

Como sabem adoro festejar estas datas mas dou demasiado valor aos momentos partilhados do que a todos os presentes meio cliché que por aí podemos encontrar.

E é por isso que vos apresento uma pequena seleção de "pequenos momentos/presentes", alguns bastante baratos, que podem "oferecer" às vossas mães e assim encher este Domingo (ou outro dia qualquer) com muito amor. 

- Uma experiência:

Se já segues este blog há algum tempo sabes que gosto de oferecer experiências às pessoas que gosto. O que faria prazer à tua mãe? Visitar um muséu? Um passeio pela cidade? As opções são mais que muitas e não precisa de ser tudo vivido no Domingo...

 

- Um momento de partilha:

As mães tem todas um talento especial: a costura, a cozinha, as artes plásticas... E a verdade é que, enquanto crianças ou adolescentes, temos pouca paciência para aprender essas coisas e muitas vezes acabamos por nos arrepender ao longo da vida! E se aproveitassemos a ocasião para remediar isso?

Para isso basta reservar (e pedir à mãe para reservar) um momento, sairem juntas para comprar o que falta e divertirem-se a aprender e a ensinar algo que ambas apreciam.. e quem sabe ainda és tu que encontrar uma nova paixão! 

 

- Uma Carta:

Na era do digital as poucas cartas que recebemos são de contas para pagar. E se utilizassemos esse meio de comunicação vintage para enviar um bonito postal à mãe com tanto que lhe queremos dizer? Sobretudo se não puderes estar com ela nesse dia... 

 

- Um albúm fotográfico: 

Todos adoramos conservar momentos felizes. E se aproveitasses esta data e oferecesses à tua mãe um álbum de fotos vossas. Ah... não tens suficientes?! Então uma sessão fotografica mãe/filhos pode ser uma excelente ideia de presente! 

 

E por aí como contam comemorar o dia da Mãe por estes dias? Deixa as tuas ideias e sugestões aí em baixo nos comentários

Se quiseres ainda mais ideias encontrarás aqui! 

Um grande beijinho e até ao próximo post!

amy-shamblen-qdPnQuGeuwU-unsplash.jpg

Foto de Amy Shamblen na Unsplash

Preparar um batizado #2

Como prometido trago-vos a segunda parte do post sobre a organização de um batizado. E nesta segunda parte foco-me essencialmente no como se vestir para a ocasião. 

Começando pelo óbvio, o batizando deve vestir branco, ou pelo menos uma peça desta cor deve estar em evidência. O tipo de fato e o formalismo que lhe queremos dar fica ao critério dos pais mesmo que, sobretudo em crianças mais crescidas, me pareça evidente que o conforto e a possibilidade de se mexerem é primordial. 

A razão de ser do branco é essencialmente porque simboliza pureza e santidade, no fundo aquilo que pedimos para aquela criança. Também a vela e o pano devem ser desta cor, apesar de apontamentos coloridos serem permitidos. 

Em várias zonas de Portugal, inclusive na minha, é tradição que sejam os padrinhos a oferecer o fato do batizado. Claro que está subentendido que os padrinhos podem dar a sua opinião sobre a roupa da criança mas que a última palavra é a dos pais. Em segundo lugar cabe aos pais respeitar o budget que os padrinhos estipularam para a prenda ou, se esse assunto nunca foi abordado, manter-se dentro dos limites do razoável a nível de preços. 

Quando somos convidados para um batizado devemos vestir-nos de acordo com a ocasião, ou seja em traje de festa. É sempre bom relembrar que fazer um esforço a nível de apresentação é acima de tudo uma forma de honrar os anfitriões

A questão que causa sempre polémica é o uso do preto. A nível de protocolo o preto é uma cor exclusiva do luto ou do serviço pelo que não tem lugar numa ocasião festiva.

Claro que falo aqui de protocolo e etiqueta pelo que cada pessoa faz o que entende e juro que não mandei embora nenhum dos meus convidados por usarem essa cor. 

E a Mãe, como se veste a mãe? 

Uma das coisas que me preocupou desde o início foi como me deveria vestir para o batizado do meu filho e procurei bastantes informações sobre esse assunto. 

Apesar de não ter encontrado nada de estabelecido duas coisas me pareceram evidentes desde o início: a modéstia e o conforto.

A modéstia foi um critério importante pois considero que a cerimónia religiosa assim o exige e porque a estrela da ocasião estava demasiado próxima de mim mas não era eu... e o meu papel é também fazê-lo brilhar. O conforto é fundamental sobretudo quando o pequenote tem uma energia enorme e adora correr para todo o lado. 

A nível de cores os tons brancos e pastel parecem-me aqueles que estão mais em acordo com a cerimónia e com o papel que temos nela. São geralmente cores que remetem para a alegria e para a renovação. 

Claro que os modelos devem corresponder a cada mãe, já que cada uma de nós é diferente. Considero que são as ocasiões festivas as que mais nos permitem mostrar a nossa identidade através dos nossos looks.

Apesar de estarem muito na moda, considero os looks matchy-matchy pouco adequados para uma festa de batizado já que infantiliza a mãe ou torna a criança demasiado adulta e não a apresenta como uma pessoa à parte (o que é exatamente o contrário do que estamos a celebrar). Mas isto é apenas uma opinião.

Deixo-vos com alguns exemplos de outfits de mãe de batizando. Espero que ele possa servir de inspiração para algumas de vós e não deixem de o partilhar com a mãe do futuro batizando que está meio perdida!

Se outros posts sobre vestuário e etiqueta e protocolo vos interessaria deixem nos comentários que farei todo o gosto em criá-los! 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub