Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um blog que adora partilhar dicas e reflexões sobre lifestyle, descobertas e organização. Sejam Bem Vindos!

Crónicas da Cidade dos Leões

Um blog que adora partilhar dicas e reflexões sobre lifestyle, descobertas e organização. Sejam Bem Vindos!

O Melhor da Estação #Primavera 2022

Com o mês de Julho já aí, e com a proximidade das férias, achei que era a ocasião certa para vos voltar a trazer os meus favoritos. Nesta rúbrica faço referência a algumas descobertas que fui fazendo ao longo da última estação e em todas as áreas possíveis e imagináveis. 

Claro que nem só de novidades vive o homem e alguns dos itens de que falo são clássicos mas que eu apenas descobri recentemente. 

Espero que apreciem e que, quem sabe, vos dê vontade de descobrir algumas delas na estação mais quente do ano. 

 

Podcast PodUsar

O PodUsar é um podcast animado pela influencer de moda brasileira Vitória Portes (se não a conhecem e o assunto estilo vos interessa façam já uma pesquisa no google) e por Erika Paiva - Consultora de imagem.

Se os temas são obviamente relacionados com moda a abordagem que elas trazem é da importância dela como uma demonstração de personalidade e estilo pessoal mais do que um fim em si mesmo e isto tudo numa conversa informal entre amigas. Pessoalmente adoro! 

Livros: Agatha Christie

Apesar de ser uma leitora ávida e de não consumir apenas novidades, a verdade é que Agatha Christie nunca fez parte das minhas escolhas. Até agora... e sinceramente pergunto-me porquê. 

Em duas semanas tornei-me amiga chegada de Hércule Poirot e estou desejosa de conhecer Miss Mapple

Se o suspense e os crimes vos interessam não deixem de dar uma oportunidade a esta Senhora! 

Skincare: Estee Lauder Perfectly Clean

O meu querido marido ofereceu-me uma assinatura de boxs no Natal passado e uma delas, cuja temática era o skincare, fez-me descobrir o maravilhoso Estee Lauder Perfectly Clean que é, provavelmente, um dos melhores produtos de limpeza do rosto que já utilizei na vida.

Um prazer em cada utilização. Se tem um certo custo? Têm... mas é sinceramente um produto ao qual voltarei com todo o prazer. 

Maquilhagem: Máscara de Pestanas Lash Paradise de L'oréal

Sou esquisita com Máscaras de Pestanas, sobretudo desde que descobri a Wonder Perfect Mascara 4D de Clarins e que lidera o meu Top desde há já algum tempo, mas este Lash Paradise encheu-me as medidas. Faz umas pestanas maravilhosas e sobretudo tem um preço bastante acessível. Claramente no meu Top 10 de máscaras!

Séries: Vitória

Sem sabermos muito bem o ver, decidimos começar a ver a Série Vitória (que tem a vantagem de estar disponível no youtube). Uma série soberba sobre um dos reinados que mais marcou a história europeia. Imperdível! 

 

E por aí quais foram os favoritos dos últimos três meses? 

Um grande beijinho e até ao próximo post!

 

 

 

 

 

Bebé: 5 Coisas que usei muito dos 0-6 meses

O Crónicas não tem por vocação ser um blog de puericultura mas com um bebé na Cidade dos Leões é impossível não falar sobre ele de vez em quando

Durante a gravidez passei algum tempo a procurar informação sobre os "essenciais" para a chegada do bebé. Coloco o termo "essenciais" entre aspas porque o que eles precisam mesmo é de colo e amor, o que comer, onde dormir e o que vestir. 

Hoje decidi também eu apresentar-vos cinco coisas que usei muito nos primeiros meses do bebé (para além do carrinho, da cama e da cadeirinha do carro). Espero que este artigo possa dar algumas informações interessantes a quem delas precisar. 

Marsúpio (ou sling):

O Marsúpio foi sem dúvida uma das coisas que mais utilizámos com o nosso menino, fosse para passeio fosse para o acalmar durante as primeiras semanas de vida. É prático e um meio de transporte todo o terreno com o bebé. Rentabilizámos tanto que ainda agora o utilizamos para as viagens de avião já que é mesmo muito útil para as deslocações no aeroporto. 

Pessoalmente preferimos o Marsúpio ao sling porque não nos sentiamos à vontade com a segunda opção mas é claro uma escolha própria a cada casal.

Tapete de Atividades:

Como fisioterapeutas de profissão pareceu-nos uma evidência a necessidade de um tapete para o nosso filho e isso desde pequenino. Se um cobertor faz efetivamente o mesmo efeito, o facto de ser almofadado, de ter cores e texturas diferentes são excelentes instrumentos de estímulo e facilitam o desenvolvimento neuro-motor do bebé.

Escorredor de Biberons:

Apesar de ter um projeto de amamentação esse não correu como previsto e desde cedo tive muita "louça do bebé" para secar. E o escorredor de biberons ajudou-nos a dar um ar mais organizado a isso tudo, especialmente quando tínhamos todo o material da bomba de extração de leite e os dois biberons que o bebé usava em cada refeição, ou seja a cada três horas. Para ajudar escolhemos um modelo bem colorido para ser ainda mais bonito. 

Sistema Isofix:

Não é provavelmente prioritário e é bastante caro mas entre a segurança e a praticabilidade que dá ao ovo do bebé damos por bem empregue o investimento. 

Almofada de amamentação:

Já vos falei dela aqui mas ainda hoje ela nos acompanha. Para amamentar, na hora de dar o biberon, para ajudar no posicionamento do bebé ou para tornar mais confortáveis os momentos longos de colo como a "hora da bruxa" esta almofada continua a ser bastante útil. 

E por aí, o que foi mais usado durante os primeiros seis meses de vida do bebé? 

Um grande beijinho e até ao próximo post.

 

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

 

 

O Melhor da Estação #Inverno 2021

Já há muito tempo que não vos trazia um "O Melhor da Estação". Para quem não conhece esta rúbrica trata-se dos meus principais favoritos em diversas áreas das quais nunca falo aqui no blog. 

Desta vez apresento-vos quatro grandes favoritos na categoria de Canal Youtube, livros e puericultura (sim, sim... um artigozinho de puericultura que eu já uso mesmo antes do bebé chegar). 

 

Espero que eles vos sejam úteis! 

 

- Na categoria videos de youtube trago-vos dois canais muito diferentes.

O Primeiro canal chama-se MOVE com Ana Morais e é um canal de desporto muito bem pensado e  com um trabalho formidável da Ana. Utilizo-o essencialmente neste momento com a rúbrica "treinos na gravidez" (porque sim, sim... treinar na gravidez é bastante saudável) mas conto explorá-lo melhor um bocadinho mais tarde. 

 

O segundo canal que gostaria de partilhar convosco é o de Patricia Lages, uma autora brasileira que nos trás temas sobre economia e empreendorismo. Os seus videos são claros e concisos e podem trazer-nos preciosas dicas sobre como poupar e se organizar até nas coisas mais básicas do dia a dia.

Claro que a sua visualização deve ter em conta à realidade sul-americana de Patricia mas isso não nos impede de aprendermos e aplicarmos algumas das suas dicas! 

- Com o Kindle oferecido pelo marido, as leituras tem sido belas companheiras e uma das minhas melhores descobertas foram os livros de Guillaume Musso. Pessoalmente li-os em francês mas muitas das suas obras estão traduzidas na língua de Camões. Por isso se gostam de histórias fáceis de ler, enigmáticas, que têm os EUA como cenário principal e que falam de temas tão profundos como o amor, a morte, as novas oportunidades então vão de certeza gostar dele! 

- A descoberta de puericultura que vos prometi foi algo que me permitiu melhorar a qualidade do sono pela melhoria da posição da cama. Falo-vos da almofada de amamentação!

Se há coisa que me arrependo foi de não a ter comprado mais cedo mas garanto-vos que é uma mais valia na gravidez e espero rentabilizá-la ainda mais com o bebé! 

A minha é da marca Doomoo e, apesar de não ser das mais baratas do mercado, a qualidade é impressionante! 

E por aí, quais foram as vossas principais descobertas deste Inverno (quase todas as categorias são permitidas). 

Um grande beijinho e até ao próximo post!

Aderi ao Kindle... e estou fã!

Andava com a "pulga atrás da orelha" por causa dos leitores de e-books há já algum tempo. 

Sou uma leitora compulsiva mas evito comprar muitos livros porque são pesados e quando se muda de casa três vezes em seis anos (e provavelmente haverá mais uma mudança nos próximos anos) aprendemos a não acumular demasiado. 

Há já algum tempo tinha, no entanto, encontrado uma boa solução de substituição: as bibliotecas públicas. Era uma solução económica, prática e que me permitia ler obras variadas. Mas 2020 mudou muita coisa e as bibliotecas foi uma delas. 

Primeiro, assim que desconfinamos no mês de Maio, não retornei lá por uma questão de "desconfiança". Apesar de tudo admito que me fazia confusão na altura "sair da bolha". Mais tarde e com as medidas mais estritas que o mês de Setembro impôs a biblioteca passou a ser diferente. 

Em vez de escolhermos os livros que queremos ler na prateleira, escolhemo-los em casa, via computador, e marcamos hora para os ir buscar. No meu caso nem o horário me convinha nem essa solução me agradava. 

E a hipótese e-book ficou cada vez mais forte! Se bem que, admito, tinha muitos preconceitos que precisei de resolver e precisei de pegar no leitor de uma colega para perceber o que realmente aquilo era... 

Depois de muito hesitar, o meu marido ofereceu-me um Kindle pelo Natal e estou bastante satisfeita com ele! A prova?! Já estou no nono livro desde que o tenho 

Gosto da praticidade, da forma como escolho e descarrego livros e no conforto que me dá quando leio deitada, pegando o aparelho apenas com uma mão e sem precisar de ligar a luz e incomodá-lo caso ainda durma. 

Se substitui o velho cheiro a livro? Não, é um facto. Mas é uma solução eficaz, segura e adaptada aos nossos estilos de vida mais nómadas e práticos. 

Eu estou fã e por aí quem mais optou por esta solução? E quem não o fez ainda porque hesita? 

Um grande beijinho e até ao próximo post!

perfecto-capucine-3gC4gBnD3Xs-unsplash.jpgPhoto by Perfecto Capucine on Unsplash

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

Natal em Música

Post n.º 11 do Calendário do Advento da Nala 2020

Um Natal sem música não é Natal e cá em casa música de Natal é uma escolha natural durante o mês de Dezembro. 

Apesar de ter muitos álbuns favoritos e cantores que me enchem o coração quando interpretam alguns dos temas, hoje decidi partilhar-vos um deles. 

Michael Bublé editou em 2011 o seu álbum Christmas e com a sua voz doce e fresca ao mesmo tempo reinventou algumas das músicas de Natal mais conhecidas de sempre. Pessoalmente acho irresistíveis a sua interpretação de It's Beggining to Look a Lot Like Christmas ou Have Yourself a Merry Little Christmas.

Espero que esta sugestão musical seja do vosso agrado e estou ansiosa pelas vossas sugestões de álbuns natalícios.

Até amanhã! 

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

O Natal e o Hygge

Post n.º2 do Calendário do Advento da Nala

Hygge é uma palavra que aparece em vários dos meus posts e que, para mim, combina de forma muito intima com Natal. 

Para aqueles que não conhecem este principio de origem dinamarquesa este consiste numa filosofia de vida que promove a alegria, o bem estar e a positividade especialmente durante os longos invernos dinamarqueses.

Para atingir estes objetivos promove-se que se aproveitem plenamente todos os pequenos prazeres do quotidiano como um jantar caseiro com os amigos, o livro que lemos debaixo de uma mantinha e o cheiro de uma boa caneca de chá. 

Os adeptos do hygge são defensores de que esta forma de viver deve ser praticada através de um ambiente propício e confortável e é aí que entra o Espírito de Natal.

Acender velas, calçar uma meias quentinhas, aproveitar a companhia da família ou dos amigos pertinho de uma fogueira, preparar uma boa refeição, saborear um bom copo de vinho e privilegiar momentos de conexão de grupo, como os jogos de sociedade em detrimento dos telemóveis e da internet são parte integrante da cultura hygge e que podem ter também um espaço importante nas nossas vidas, especialmente nesta época e neste ano tão especiais. 

Se quiserem saber mais sobre o principio do hygge aconselho-te a ler "O Livro do Hygge" de Meik Wigging. A Wook disponibiliza ainda muitos outros livros sobre o tema e que podem ser excelentes presentes de Natal, especialmente num ano onde ficar em casa foi uma realidade. 

E vocês, conhecem o princípio do hygge

Até amanhã para mais um post do Calendário do Advento da Nala!

hygge.jpg

Photo by Mael BALLAND on Unsplash

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

O Melhor da Estação #Outono 2020

Sim, sim: O Outono ainda não acabou mas devido ao Calendário do Advento da Nala que começará na próxima Terça-Feira decidi antecipar este post de que gosto tanto. 

Já que falei no Calendário do Advento aproveito para vos fazer um resumo do que se vai passar. Serão 25 posts em 25 dias com temas variados sobre o Natal. Mas não estou sozinha nesta aventura já que alguns amigos de outros blogs do Sapo se juntaram a mim nesta brincadeira! Por isso a partir de dia 1 já sabem...  E se quiserem saber mais os posts do Calendário do Advento 2019 continuam disponíveis aqui

Quanto aos favoritos deste Outono trago-vos 5 coisas que adorei ler/ouvir/ver durante os três últimos meses. Espero que gostem e que vos dê ideias, caso precisem de algumas :)

Em primeiro lugar gostaria de vos falar do documentário "Social Dilemma". Tinha alguma curiosidade em vê-lo e, apesar de já conhecermos muitos dos pontos abordados, nunca é demais relembrá-los e repensar a relação risco/benefício que as redes sociais têm na nossa vida. E sim, como devem calcular este documentário pende muito para o lado do risco! 

 

Em segundo lugar a série Emily in Paris (sobre a qual até escrevi um post aqui). Este série é leve, solta, fresca... ideal para dar uma boas gargalhadas e sonhar com o glamour quase perdido da cidade de Paris. 

Se ainda não viram é uma boa alternativa para estes dias frios. 

imagem: MSN

Em terceiro lugar o podcast do Terra Maya da Filipa Maló Franco. Admito que tinha muitos preconceitos em relação a este podcast especialmente porque na minha cabeça a imagem da Filipa continua a ser a imagem da Clarinha da série Super Pai. 

Mas sou obrigada a admitir que, apesar de nem sempre estar de acordo com a Filipa sobretudo por termos experiências de vida tão dispares, adorei o seu podcast e recomendo a toda a gente que se interesse por temas como psicologia, espiritualidade e por aí fora. Pessoalmente fiquei rendida e só me arrependo de não o ter ouvido mais cedo... 

imagem filipamalofranco.com

 

E para o fim deixei os livros de que gostaria de vos falar. O primeiro é o romance Segredos de Amor e Sangue de Francisco Moita Flores. 

Este livro leva-nos até à Lisboa do século XIX e apresenta-nos a vida de gente pobre e honrada numa Lisboa cheia de ladrões e contrabandistas, muitos analfabetos, dividida em Miguelistas e Liberais e marcada pelos misteriosos assassinatos do Aqueduto das Águas Livres. 

Um livro que li há uns anos atrás e que me encantou particularmente nesta "redescoberta". 

O segundo livro chama-se A Grande Magia: descubra a criatividade e viva em pleno da autoria de Elizabeth Gilbert (que conhecemos sobretudo pelo seu romance "Comer, Orar, Amar"). 

Este livro fala sobre a busca pela criatividade, ou a forma como a criatividade nos encontra, e têm escritas nas suas páginas tanta verdade, tantos pontos importantes que nos esquecemos quotidianamente e que nos lembram o quão importante é estarmos dispostos a receber o que a vida têm para nos dar! Se ainda vos faltam alguns presentes de Natal esta pode ser uma bela opção!

Ainda para mais a WOOK.PT está com grandes descontos entre 20 e 50% de desconto e portes grátis! 

E por aí, quais foram as grandes descobertas que gostariam de partilhar connosco? O que mais vos fez sonhar e aquecer o espírito agora que o frio aperta? 

Fico à vossa espera nos comentários! E até lá um grande beijinho!

 

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

Emily... e os clichés (contém spoilers)

A visão da Série pelos olhos de uma Portuguesa em França

Olá a todos! Tendo em conta a necessidade de uma nota mais positiva à hora em que a França se reconfina trago-vos um post sobre a série do momento: "Emily in Paris"

Se ainda não a viste, e pretendes ver, aconselho-te a parar por aqui a leitura do post porque tem spoiler!  

Duas pequenas precisões em relação a este post: em primeiro lugar adorei a série. É leve, ligeira, bem disposta e faz-nos sonhar! Em segundo, e para aqueles que não me conhecem, sou uma portuguesa que vive em França há cerca de 6 anos e em Lyon desde 2016, pelo que já começo a conhecer um bocadinho os "usos e costumes". 

Pessoalmente acho que a série está tanto cheia de clichés sobre os franceses, como sobre as jovens americanas ou as raparigas que desejam ser digital influencers

Decidi no entanto escolher alguns dos pontos mais criticados pelos franceses em geral e parisienses em particular sobre a série para comentar convosco. 

Antes de começar deixo-vos apenas uma pequena chamada de atenção. Como tudo o que passa em França a Netflix fez uma dobragem para francês da série o que faz com que a história tenha sido alterada. Na versão original Emily não fala francês mas, na versão dobrada, fala... 

Apesar de não ter visto esta versão acredito que essa possa ser uma das razões pelas quais a visão da história seja tão diferente conforme a versão vista. Pessoalmente, e depois de perguntar a alguns franceses (não parisienses) a sua opinião é de que a série é cheia de clichés mas não ofensiva e consideram-na ligeira e divertida. No entanto todos eles a viram na sua versão americana. 

Preparados para os nossos clichés?! 

 

- Começar a trabalhar às 10h da manhã: Se é falso que em França se começa a trabalhar tão tarde não deixa de ser verdade que, pelo menos pela minha experiência, há muito o hábito de primeiro fazer a "Pause-Café" e só depois se começar a trabalhar a sério. Por isso considero esse cliché meio-meio; 

 

- Os Franceses são uns sedutores natos: Se na série parece que todos os homens são belos e sedutores a verdade é que essa parte é mesmo mito! (Por experiência própria já que me casei com um português que conheci em França)  E já agora fiquem a saber que nem toda a gente têm a sorte de ter um vizinho girissimo como Emily...

 

- Os franceses não gostam de quem não fala francês: Os franceses preferem alguém que saiba falar francês e, em alguns casos, podem ser mesmo um bocadinho "mauzinhos" quando sentem que a pessoa não está muito à vontade com a língua (felizmente são uma minoria).

Sempre considerei que este facto se deve a uma certa inaptidão cultural para falar línguas estrangeiras e uma antipatia histórica com tudo o que os liga a Inglaterra.

Aposto que, se a história fosse real, teriamos muitas pessoas a abandonar a sala na primeira reunião de Emily com a equipa da "Savoir".

Outra situação que pode ser mal compreendida na série é quando Emily compra o seu primeiro "Pain au chocolat" e é mal recebida pela senhora da padaria. Para mim (e para pelo menos mais duas ou três bloggers ou youtubers estrangeiros que vivem ou conhecem bem a França ou os franceses) esse "mau atendimento" devesse sobretudo ao facto de Emily não ter dito "bonjour" (bom dia), o que por aqui é considerado de extremo mau gosto.

Uma dessas estrangeiras (de origem norte-americana) falava mesmo do facto de, nos EUA, o "bom dia" numa situação semelhante não ser necessário pelo que, para Emily, não haveria falta de educação... 

 

- O apartamento de Emily: O apartamento de Emily tem uma vista lindissima e é uma "chambre de bonne" (apartamento da empregada em tradução direta e que se situa nas águas furtadas dos prédios parisienses).

Em primeiro lugar é de notar que a bela vista dos apartamentos de Paris é um super cliché, já que há uma boa parte que dão para muros, para o prédio em frente e por aí fora.

E a segunda precisão é que, um verdadeiro apartamento nos telhados, é bastante pequeno, com mais ou menos 9m2 e com a casa de banho partilhada pelos habitantes dos apartamentos do mesmo andar. Ora Emily têm um grande apartamento (para os tamanhos médios no centro de Paris) e uma casa de banho própria... 

 

- As mulheres francesas andam sempre bem vestidas: Todas as personagens femininas francesas da série, como Camille e Sylvie, aparecem sempre extremamente elegantes e bem vestidas e dão vida ao verdadeiro cliché de que todas as francesas são uma Coco Channel em potência o que não é, de todo, uma generalidade. 

 

- Vinho, Champagne e Tabaco: Na série beber vinho, champagne e fumar são descritos como habituais entre os franceses que os vêem como sinónimo de boa vida. 

Se é verdade que beber um copo de vinho faz parte desta cultura e é indissociável de uma boa refeição. No entanto fumar é exatamente igual ao que se passa em Portugal (com as mesmas restrições) e o champagne é guardado para os dias de festa. 

 

- Aparece uma Paris "falsa": Esta têm sido uma das maiores críticas feitas à série pelos franceses que acusam a série de mostrar uma Paris muito romanceada.

Infelizmente, no meu ponto de vista, nos últimos anos Paris têm perdido alguma da sua beleza e os noticiários mostram cada vez maiores problemas na cidade (urinóis públicos, gilets jaunes...).

Eu, quando vejo a Paris da Emily, sinto-me com vontade de morar lá. O que nunca me passaria pela cabeça na Paris "real". 

 

E por aí, fãs da Emily ou nem por isso? 

Um grande beijinho e até ao próximo post :)

Emily-em-Paris.jpg

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

 

 

 

O Melhor da Estação #Verão 2020

As melhores descobertas (pouquinhas) que fiz este Verão

O Verão já lá vai e este "Melhor da Estação" leva uns dias de atraso...

Se esta época do ano não é muito propícia a descobertas de séries, filmes e livros consegui angariar uma aplicação, um canal de youtube e produtos de beleza para vos apresentar e que poderão, na generalidade, acompanhar-vos-a nas estações mais frias que agora começam!

Do lado do Youtube apresento-vos um canal de treino em casa que adoro. O seu nome é Exercício em Casa e dispõe de algumas das mais divertidas aulas online a que já assisti! E olhem que é eu preciso mesmo de estar motivada para seguir uma aula...

No que a aplicações diz respeito descobri a aplicação FlyNow. Esta aplicação é uma ótima forma de acompanhar as nossas tarefas diárias, os nossos objetivos e as nossas metas com o bonus de, a cada conquista ou realização, nos serem atribuidos pontos o que aumenta a nossa motivação.

Já na beleza foram os cabelos que mais me deram trabalho durante o Verão. Em primeiro lugar a linha Anti-queda da Klorane, que mais uma vez não me desapontou. 

A máscara Fructis Hair Food de banana foi a grande paixão destes tempos. É acessível, eficaz e ainda têm 98 por cento de produtos de origem natural e um cheirinho inacreditável! 

E por aí, quais foram as principais descobertas deste Verão? 

Beijinhos e até ao próximo post! 

 

O Melhor da Estação #Primavera 2020

Uma versão mais abrangente do antigo Melhor do Mês

Já há algum tempo que não vos trago a rúbrica "O Melhor do Mês". 

Apesar de a adorar (porque adoro), a verdade é que nem sempre consigo ter informação suficiente para vocês e exatamente por essa razão preferi trazer-vos "O Melhor da Estação"!

"O Melhor da Estação" trará as minhas "descobertas", sejam elas recentes ou não, e os meus favoritos em todas as categorias que não abordo normalmente no blogue.

Deste post vão fazer parte temas tão abrangentes como filmes e séries e todas as coisas que me encantaram ao longo dos últimos meses e que acho que, se vocês não conhecem estão a perder algo de fantástico! 

Preparados?! 

 

- Livros:

Como sabem eu sou fã de biblioteca. Entre outras razões porque os livros são extremamente pesados e, por ter mudado pelo menos 3 vezes de casa nos últimos 5 anos tenho bem essa noção presente, e depois porque existem obras que nunca iria ler porque não me vejo a comprá-las. 

Com o fecho das bibliotecas públicas devido às medidas de segurança da COVID 19 acabei por ficar sem livros para ler e ataquei os livros dele. E pessoal, apesar da minha relutância a ler, adorei Haruki Murakami

De todos os livros que li o que mais me tocou foi "Homens sem mulheres". Os livros deste homem são surpreendentes e cheios de significado. Fiquei fã e só vos posso aconselhar! 

 

- Séries e Filmes: 

Com o Isolamento Social e a baixa médica que tive por causa da operação tive algum tempo disponível para ver séries. 

Garanto-vos que vi muitas séries mesmo mas selecionei duas que me parecem fantásticas, apesar do estilo diferente. 

A primeira é a série "This is Us" da qual já falei aqui. Vi-a de "rajada" e apaixonei-me perdidamente por esta série. Aconselho a todos, com uma piscadela de olhos muito especiais a quem dá muito valor às relações de família. 

A segunda é "Locke & Key", uma série que não vai de todo agradar a toda a gente por se assemelhar bastante a uma série juvenil mas que eu pessoalmente adorei. 

Para quem gosta de mundos mágicos, de portas que nos levam para outros lugares e de histórias que misturam a leveza da adolescência com os dramas dos adultos e um ambiente meio "de terror" esta série é a combinação perfeita! 

Em matéria de filmes descobri dois filmes, bastante antigos e conhecidos, mas que vos aconselho caso também ainda não os tenham visto. 

A primeira é "Comer, orar, amar" que estava na minha lista há muito tempo mas que acabei por ver porque o querido Dr. Doutor falou nele lá no blog.

Um filme que leva uma mulher de meia idade a viajar por diferentes paises e a descobrir a sua verdadeira essência e o amor simples e tranquilo. 

A segunda foi "Peach Perfect" que entra mais nesta onda cool de uma comédia musical. A companhia perfeita para o fim de semana e dedicado a quem gosta de filmes leves, divertidos e que têm saudades dos grandes hits musicais de 2010.

Pode não ser o filme que pretendia ganhar um Oscar mas garanto-vos que me deixou com um enorme sorrisão na cara! 

 

- Beleza e Moda: 

Com o isolamento tive algum tempo para me dedicar a aprender mais sobre moda e mais particularmente sobre "Colorimetria".

Cheguei à conclusão que sou do tipo Outono Profundo e, já que precisava de comprar umas coisinhas, decidi-me a usar estas dicas e a minha peça preferida que pela cor e pelo modelo foram autênticos "saltos fora da zona de conforto" foram estas que são da Mango

Outro pequena descoberta desta Primavera que é um clássico dos cremes matificantes mas que eu nunca tinha experimentado é o creme Effaclar Mat. É raro fazer isto mas já tenho uma embalagem de substituição no armário.

Este creme é fácil de encontrar em farmácias e parafarmácias. 

E por aí, quais foram os favoritos dos últimos meses de entre todas as categorias possíveis?

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub