Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Seg | 29.06.20

Medo da Mudança

Nala

Ter medo da mudança é humano. É uma reação normal do nosso cérebro que tem como objetivo a nossa proteção.

O que não é normal é que o medo de mudar nos paralise e nos impeça de avançar no nosso caminho. Nem sempre a mudança (pelo menos a mudança extrínseca) é mesmo necessária mas é preciso enfrenta-la quando ela é precisa. 

Dou-vos um exemplo muito pessoal: sou daquelas que têm um medo de errar desgraçado.

A minha estratégia foi, perante algumas situações bem aterrorizantes como ter passado pela aventura da emigração sozinha, esconder de mim mesma esse medo. Ele estava lá mas eu evitava pensar nele e isso ajudava-me a enfrentar as coisas. 

Esta estratégia durou algum tempo mas fui perdendo essa capacidade de omissão à medida que fui crescendo e que as responsabilidades e a própria qualidade de vida aumentaram.

Hoje faço os possíveis para enfrentar o medo, o que nem sempre é fácil e nem fica mais fácil com o tempo...

Para isso tento refletir e perceber e antecipar a mudança através dos seguintes pontos: 

- Perceber porque quero mudar:

Durante a semana, a Luísa publicou um texto sobre a Felicidade.

Curiosamente fomos vários os comentadores deste post que falamos de como muitas vezes vamos atrás de uma "felicidade" enganadora e deixamos de lado a "felicidade madura e confortável" que já existe na nossa vida, mas da qual nem nos apercebemos. 

O que quero dizer com isto é que é importante ser sincero consigo próprio em relação à vontade de mudar: se o fazemos por nós ou pelos outros, se pretendemos melhorar alguma coisa ou simplesmente mudar porque "é preciso mudar de vez em quando".

Chegando a essa conclusão verás se tens apenas medo ou se a mudança que precisas é a mudança de ti mesmo e não das circunstâncias. 

 

- Racionalizar o medo:

Ter medo é natural e a melhor forma que eu encontrei de o controlar é de o racionalizar. No entanto, e como dizia o Gonçalo num outro post durante esta semana (sim, sim... o Sapoblogs andou cheio de pepitas de ouro) "nem tudo é tão mau como parece".

Dizer-me que é normal estar assustada, calcular os riscos e procurar planos B na minha cabeça são boas formas de acalmar o turbilhão; 

 

- Comparar o pior que pode acontecer com o momento atual:

(Esta para mim funciona muito bem!) 

Quando ponho na balança o meu momento atual e comparo com o que pode acontecer de pior na minha mudança normalmente consigo encontrar boas respostas. 

 

- Quando começam as dificuldades estamos a caminhar para a mudança:

Uma mudança é sempre difícil. Em primeiro porque é uma renúncia e depois porque é um passo para o desconhecido

Enfrentar as dificuldades como pontos de aprendizagem e saber que o caminho vai ser sinuoso vai ajudar-te a enfrentar as coisas com mais ânimo. Por isso se queres mesmo ir em frente, não desistas! 

 

E por aí, quais as vossas estratégias para lidar com o medo da mudança? Não deixem de partilhar nos comentários, que tenho a certeza serão enriquecedores! 

medo da mudança.jpgPhoto by Bram. on Unsplash

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Nala

    29.06.20

    Exato. E preciso equilíbrio entre o medo de mudar por segurança ou quem sabe o medo de mudar porque nem queremos mudar assim tanto. Um beijinho 
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.