Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

As histórias, o dia a dia e as experiências de uma Portuguesa, expatriada em Lyon (França). Porque a nossa casa é onde nos sentimos bem... e onde somos felizes!

Hakuna Matata

... Ou como às vezes temos de assumir responsabilidades!

08.09.19 | Nala

Fui recentemente ao cinema ver "O Rei Leão". Como já devem ter percebido pelo nome com que assino os posts é "o" meu filme de animação de sempre. 

Se adoro a Nala e o Simba, o Timon e o Pumba e o seu "Hakuna Matata" são os meus personagens preferidos. 

Aquela ideia da vida despreocupada, de adolescente, sem grandes preocupações sem ser desfrutar é tentadora, não é? Pois... quem nunca desejou ver passar os seus dias num oásis a divertir-se e a comer, como se de umas grandes férias se tratasse?!

Acho que o "Hakuna Matata" é um bom lema de vida, ele é importante para a nossa estabilidade, para que possamos descansar e recuperar forças para o que ai vêm.

Mas, a verdade é que não pudemos viver constantemente neste espírito de "Hakuna Matata" pois não? A não ser que não o nosso objetivo de vida seja exatamente esse de viver como um eterno adolescente. 

E entretanto dei por mim a ver o filme e a refletir na forma como a nossa vida é feita de Hakuna Matata (no mau sentido, claro).

Hoje em dia é quase normal ouvir as pessoas a queixarem-se de tudo e mais alguma coisa. Fazer uma crítica é quase impensável pois daí vai resultar uma espécie de "trauma emocional". Mostrar a alguém que está errado é a mesma coisa que ter de ouvir que "cada um pode dizer o que quer".

No fundo passamos a nossa vida a ter de ter cuidado com o que dizemos pois frustração, desconforto e falha são temas absolutamente "Tabu" nos dias que correm. 

Se acham que estou a pintar o quadro demasiado negro olhem à vossa volta. e façam uma pequena análise de quem vos rodeia. 

Este mês dediquei o blog a temas como conquista de objetivos, definição de prioridades, vencer os nossos medos... em resumo: Assumir a Responsabilidade da nossa vida. 

E para que isso aconteça pelo temos de sair desse "Hakuna Matata" permanente em que nos encontramos e assumir definitivamente o nosso lugar na sociedade, na nossa família e, mais importante que tudo, na nossa própria vida. 

Temos de parar de nos desculpar constantemente com a preguiça, a sorte ou a falta de oportunidades ou "cunhas". Se é fácil? Não é nada fácil, dói para caraças. Se temos todos as mesmas oportunidades? É claro que não! A vida não é justa e todos sabemos disso.

Mas sinceramente serve de alguma coisa espalharmos essa injustiça aos quatro ventos em vez de tentarmos fazer alguma coisa para mudar a nossa sorte?!

Não te digo que seguindo exatamente aquilo que escrevi nos posts anteriores atingirás a tua vida de sonho. Esse trabalho é teu e só teu. E ainda para mais existem coisas que nunca conseguirás atingir e, por vezes, até vais descobrir que nem era assim tão importante. 

Mas podes ter a certeza que quanto mais assumires a responsabilidade da tua vida em mãos e mais trouxeres os teus valores e as tuas capacidades para a melhorar, mais conseguirás ter uma vida da qual te orgulharás. 

Portanto deixa-te de cenas, guarda o Hakuna Matata dentro do teu coração, e faz como o Simba. E ainda acrescento uma pequena coisa para reflexão: "Há muita gente má no Mundo, mas o mais grave são todas as pessoas boas que não mexem uma palha e que deixam o mal se espalhar!" 

Por isso responsabilidade é precisa, e já! 

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos. 

 

 

6 comentários

Comentar post