Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Seg | 11.05.20

Estar Sozinho

Ou como aprendi a apreciar a minha companhia.

Nala

Aproveitar a nossa própria companhia é, provavelmente, das melhores descobertas que podemos fazer ao longo da vida.

Somos seres sociais e, de uma forma geral, precisamos de nós sentir apreciados por quem está perto de nós. Nada de errado com isso, exceto quando essa necessidade de aprovação se torna imprescindível nas nossas vidas.

Eu sou alguém que precisa de relações saudáveis e estimulantes. É com elas que o meu crescimento pessoal é profissional se faz de forma mais produtiva.

Por natureza lido mal com ambientes hostis, ou pelo menos onde a crítica seja fácil. E isso é muitas vezes causa de desmotivação e muito cansaço. Também por causa disso mesmo tenho tendência a tentar ser apreciada a todo o custo o que sempre deu mau resultado.

Uma das grandes conquistas destes últimos meses (aka um ano) tem sido exatamente aprender a apreciar a minha companhia. Mesmo quando tenho à minha volta um mar de gente que me deixa pouco segura.

Não é a minha praia, não gosto de conflitos mas sinto-me mais tranquila e mais segura de mim quando tenho de assumir as minhas diferenças e saber que mesmo estando sozinha terei sempre o meu apoio e a minha companhia. A verdade é que ser capaz de se bastar a si próprio, de se sentir bem na sua própria companhia não têm preço. 

Não digo com isto que tenhamos de ser antissociais, simplesmente que a máxima "mais vale só do que mal acompanhado" é verdadeira. E que muitas vezes mais vale 10 minutos de paz consigo próprio que 30 acompanhado por quem não vale a pena. 

E vocês preferem a companhia de quem pouco vos acrescenta ou são mais do género solitário?

sozinha.jpg

Photo by Anthony Tran on Unsplash

Sigam também as Crónicas a partir das redes sociais instagram, pinterest e facebook

 

 

23 comentários

Comentar post

Pág. 1/2