Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

As histórias, o dia a dia e as experiências de uma Portuguesa, expatriada em Lyon (França). Porque a nossa casa é onde nos sentimos bem... e onde somos felizes!

Enfrentar os próprios medos

20.08.19 | Nala

Durante muito tempo criei "monstros" dentro da minha cabeça. Dei demasiados ouvidos a pessoas tóxicas e escutei demais os meus próprios medos. 

Em vez de os enfrentar e aproveitar a oportunidade para alargar a minha zona de conforto fiz exatamente o caminho inverso: deixei-os ganhar possessão da minha cabeça e sobretudo do meu coração. 

Daí ao pânico completo foi um pulinho. Afinal quanto maior o medo, maior a ansiedade que se instala e quanto maior a ansiedade maior probabilidade de tudo dar errado. 

Demorei muito até me aperceber que tinha entrado neste ciclo vicioso. No fundo fui vítima dos meus próprios pensamentos e das minhas emoções. 

Hoje decidi dar a volta a isto... afinal a melhor forma de acabar com os medos é enfrenta-los. 

Ainda tenho medo, e muito, mas estou decidida a sair da minha zona de conforto. Pedi ajuda, porque às vezes sem ajuda há conquistas que não são possíveis. 

Por agora a minha taxa de stress está a começar a descer e sei que os resultados vão chegar e que ficarei muito mais forte depois disso. E sobretudo com muito orgulho. 

E vocês, quais são os vossos medos mais profundos? Como é que fazem para os enfrentar? 

 

 

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2