Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Qui | 10.09.20

5 truques para adquirir novos hábitos

Nala

Penso muito em ano letivo. Talvez por ter passado tantos anos a viver ao ritmo escolar, ou porque o Outono é a minha estação favorita do ano e me lembra o recomeço e a renovação, volto sempre cheia de energia para recomeçar com novos hábitos. 

Apesar de tudo, e mesmo se as intenções são boas, começo rapidamente a perder o gás e preciso de uma ajudinha para manter os objetivos em primeiro plano. E são os truquezinhos que funcionam comigo e que me permitem mudar que vos trago hoje.

Preparados?

 

- Uma coisa de cada vez:

Temos mais olhos que barriga no que toca a "boas resoluções", seja na rentrée ou no início do ano, e isso não ajuda em nada a manter o foco.

Para poder ter margem de manobra escolho sempre o hábito que quero implementar primeiro e vou fazendo as coisas aos poucos e poucos. Se um ano têm 12 meses porque haveremos de fazer tudo em 15 dias?

 

- Fonte de Motivação:

Ouvimos muitas vezes os gurus do desenvolvimento pessoal dizer que a motivação deve vir de nós mesmos. Se bem que não sou coach dou muitas vezes por mim a precisar de um estimulo externo para fazer avançar as coisas. 

Para isso arranjo pequenas estratégias: seja a utilização de uma aplicação para seguimento de hábitos, o bullet journal ou, em casos extremos, ofereço-me pequenos "presentes" (não necessariamente materiais) quando a tarefa está cumprida ou o objetivo atingido. 

 

- Começa a atividade:

O primeiro passo é sempre o mais difícil e, por isso mesmo, opto sempre por começar devagarinho, especialmente quando já faço a tarefa há uns dias e começo a perder a energia inicial.

Se quero fazer desporto, mas começo a ter dificuldade em manter o treino, meto um objetivo bem pequenino, como 10 minutos de aula, e depois de começar é muito mais fácil continuar. Isto funciona também para outros hábitos como a leitura, as digital detox, entre outros hábitos que queremos adquirir. 

 

- Adaptar o Mindset:

É bem sabido que nem tudo na vida é fonte de prazer mas, com o mindset adequado, poderemos encontrar sentido e motivação para todas os hábitos.

Por exemplo se o meu hábito está relacionado com alimentação e se vou para a cozinha com o sentimento de que cozinhar é chato e demorado é certo e sabido que depressa começarei a colocá-lo de lado. Se, pelo contrário, for com o sentimento de que vou tratar de mim e do meu corpo e, por muito que deteste cozinhar, esta tarefa não me será prazerosa mas o que ela me proporciona sim e aí terei motivação para continuar. 

 

- Compromete-te:  

Um dos meus principais valores é o compromisso e, por isso, faço pequenos contratos escritos comigo mesma e isso ajuda a manter-me focada.

Por isso, o que te posso aconselhar é que te impliques e que envolvas um dos teus principais valores pessoais no desenvolvimento dos teus novos hábitos.

Se tal como eu o compromisso é muito importante realiza um contrato contigo mesmo ou com alguém de outro, se és um típico extrovertido e adoras partilhar os teus desafios nas redes sociais ou com os teus amigos não hesites. Conhecer-se bem é meio caminho andado para ser muito mais próspero por isso aproveita a oportunidade. 

E por aí, como estamos de novos hábitos para esta rentrée

Um beijinho e até ao próximo post! 

habitos.jpg

Photo by My Life Journal on Unsplash

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

7 comentários

Comentar post