Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um blog que adora partilhar dicas e reflexões sobre lifestyle, descobertas e organização. Sejam Bem Vindos!

Crónicas da Cidade dos Leões

Um blog que adora partilhar dicas e reflexões sobre lifestyle, descobertas e organização. Sejam Bem Vindos!

Qui | 29.07.21

4 Razões para não perguntar "Para Quando um Bebé?"

Nala

Tive direito a esta pergunta, tal como muitas de vós (e provavelmente muitos homens também). 


De uma forma geral, e visto que a regra é namoro, casamento e filhos a maioria das pessoas sente-se no direito de perguntar quando começa o namoro, quando a seguir vem o casamento e no final de tudo o adorável "então e já andam nos treinos?" que é, digamos, um bocadinho intrusivo... 

Apesar de não me ter sentido particularmente ofendida com esta questão ainda respondi seco uma ou duas vezes e tive direito a uma cara de escandalizado de quem não gostou da resposta. "Afinal é assim que se faz e se me fizeram essa pergunta a mim porque não hei-de eu fazer-te a ti?" foi a resposta que me deram.

Se calhar porque não devias fazer aos outros o que te fizeram a ti, pensei eu com os meus botões, mas isso dará seguramente assunto para outro post. 

E bem deixo-vos aqui 4 boas razões para deixarem um casal em paz e não insistirem neste assunto! 'Bora lá?

- Ter filhos é um projeto próprio e intimo do casal e essa intimidade deve ser respeitada. Conheço casais que dariam, a meus olhos, pais maravilhosos e que não querem ter filhos por razões que só a eles dizem respeito e outros que fazem da paternidade o seu grande objetivo de vida. 

Qualquer uma destas opções é válida e deve ser respeitada sem necessidade de dar satisfações a ninguém, exceto um ao outro; 

 

- Nenhum de nós sabe quais as razões que levam um casal a não ter filhos e essa é mais uma razão para prevalecer o bom senso.

Existem pessoas que, pelas mais variadas razões médicas, não conseguem engravidar e estarmos sempre a falar no mesmo pode faze-los sentir ainda pior e abrir uma ferida impossível de cicatrizar; 

 

- Pode ser um ponto de discórdia entre os dois.

Quando a nossa relação começou a ficar mesmo séria conversamos sobre a possibilidade de ter filhos e ambos estávamos de acordo sobre o assunto.

Mas pode acontecer o casal ao início não estar de acordo, um deles ceder em favor do desejo do outro ou haver uma mudança de opinião de uma das partes. Nesse caso falar sobre o assunto pode abrir uma ferida e agravar ainda mais algo já complicado de gerir. 

 

- Uma amiga disse-me uma vez que o seu desejo de maternidade tinha sido "roubado" pelas perguntas incessantes sobre o assunto.

Na sua opinião esse desejo que devia ser intimo passou a ser um desejo das pessoas que estavam à sua volta e isso deixou-a tão pouco à vontade que nunca tinha conseguido dar esse passo. 

Mais uma vez, a questão dos filhos é tão intima dentro do casal e implica tantas mudanças no corpo de uma mulher que esta pergunta é de extremo mau tom e pode ter um efeito contrário ao desejado. E admito que até eu senti, por vezes, que as pessoas me pressionavam mais a ter filhos por elas que por mim... 

 

E vocês como reagiram a este tipo de "intromissão"? Têm mais alguma boa razão para não colocar esta questão aos casais que conhecem?

para quando um bebe.jpg

Photo by Eric Froehling on Unsplash

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Nala

    30.07.21

    E que falta faz o bom senso por aí. 
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.