Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Crónicas da Cidade dos Leões

Um Blog que começou por ser um diário e que cresceu para algo mais. Por aqui os temas vão do desenvolvimento pessoal ao bem estar sempre com dicas e reflexões a propor. Sê bem vindo e se te agrada: segue! :)

Qui | 13.08.20

4 Coisas que nunca pensei gostar mas afinal...

Nala

Quem nunca jurou a pés juntos que não ia gostar de qualquer coisa e acabou por morder a língua que se acuse! 

Por aqui tenho umas quantas histórias que começaram com um "eu nunca" e que acabaram como preferidos ou pelo menos muito apreciados...

A verdade é que passamos muito tempo dentro da chamada "zona de conforto": comemos sempre o mesmo, vamos sempre aos mesmos sítios e experimentamos sempre as mesmas sensações e a mudança, especialmente tudo aquilo que foge do nosso "normal" nos assusta muito. 

Hoje, e para provar que por vezes é necessário experimentar, avançar e descobrir coisas novas trago-vos 3 coisas às quais "disse nunca" e que hoje são particularmente apreciadas por aqui. 

- Foie Gras: Quando comecei o processo para viver em França jurei a pés juntos que "foie gras" seria aquela iguaria da cozinha local da qual não iria gostar "nem que a vaca tussa".

Não foi mais tarde que no final do primeiro mês que descobri me apresentaram uma entrada à base de fois gras. E eu que sempre tinha dito que não provei e passei a gostar bastante. 

 

- Ir às compras ao supermercado: Ir ao supermercado sempre foi um bocado "um calvário". Era uma atividade chata, rotineira e que representava a vida adulta e todos os problemas do dia a dia.

Com o crescimento, a experiência de viver sozinha, o perceber que comer bem e tratar da casa é sobretudo tratar de mim própria e daqueles que vivem comigo este passou a ser um momento útil mas prazeroso. E neste caso bastou mudar a prespectiva... 

 

- Caminhadas: Já vos falei várias vezes de que uma das minhas maiores paixões é a caminhada. Esta paixão começou também ela de um convite que tive vergonha de recusar. 

Se, inicialmente, achava a atividade aborrecida e boa "para os mais velhos" à medida que a fui experimentando fui ficando cada vez mais fã e não me incomodo nada de passar umas férias com uma mochila às costas e a observar tudo o que há para ver! 

 

- Passar o Fim-de-Semana em casa: Esta descoberta foi bastante recente e muito por causa do confinamento. Sempre fui daquelas pessoas que achava que ficar em casa ao fim de semana era um verdadeiro atentado no entanto, e tal como todos nós, vi-me obrigada a ficar fechadinha em casa durante os fins de semana (para quem acabou de chegar fique eu trabalho num hospital pelo que nunca fiquei nem "confinada" nem em tele-trabalho).

Com estes meses de isolamento esta prática tornou-se não uma pena mas sim um prazer pois redescobri muitos prazeres que tinha esquecido e alguns novos. Por isso ficar em casa ao fim de semana já não é um súplicio mas sim um prazer enorme por ter um teto, saúde e puder aproveitar esse tempo para cuidar de mim. 

 

E por aí qual a vossa preferência atual que começou com um "Eu nunca"? 

nunca.jpgPhoto by Brett Jordan on Unsplash

Não te esqueças de acompanhar as Crónicas da Cidade dos Leões no Instagram e no Facebook: há muita coisa a acontecer por lá.

Se por acaso o conteúdo deste texto te agradar não deixes de o partilhar com familiares e amigos.

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/2